PLANTAS QUE CURAM – Aloe Vera (Babosa)

ALOE VERA
A planta que cura
A história varias vezes milenar da Aloe é tão cativante como uma novela de aventuras. Conhecida por sua beleza misteriosa, sua elegância selvagem, suas propriedades terapêuticas legendárias, ela foi considerada um Deus em algumas civilizações.
No antigo Egito, era considerada a planta cujo sangue oferecia a beleza, a saúde e a eternidade.
Para os Imperadores da China mística, os espinhos curativos da Aloe personificavam as unhas sagradas da Divindade. Para os índios do Novo Mundo ela formava parte das 16 plantas sagradas adoradas como deuses.

A Aloe é, por excelência, uma planta medicinal. Muito conhecida no Brasil com o nome de Babosa, sendo utilizada por muito tempo como laxante ou vermífugo, atualmente está comprovado que o gel extraído da polpa de suas folhas cura muitos males cotidianos, como picadas de insetos, queimaduras, cortes, problemas digestivos, eczemas, etc.
Muitos atletas as utilizam para prevenir e curar torceduras, tendinites e outros acidentes. Também é usada como estimulante natural. As mulheres a utilizam como máscaras de beleza, creme rejuvenescedor, xampus e loções capilares.

A Aloe bebida é um bom regulador do trânsito intestinal, e um excelente complemento alimentício que contém numerosas vitaminas.
A Aloe cicatriza e desinfeta feridas, facilita a digestão, ativa o ciclo sangüíneo, a circulação linfática, as funções renais, hepáticas e biliares e atenua as dores reumáticas.
Sua polpa protege o organismo contra a úlcera gástrica. No campo da Dermatologia, tem por sua excelência contra a seborréia, herpes, acne, psoríase, eczemas e micoses.
Apesar dos muitos anos da utilização da resina obtidas das folhas, seu consumo era baixo em função da rápida oxidação do seu gel, que só recentemente foi estabilizado e conservado através de procedimentos naturais.

Assim, no novo auge mundial da Aloe e da fama universal de suas qualidades, ela está sendo redescoberta, mas agora com uma diferença, pois está sendo submetida a investigações mais seguras e profundas.

OS BENEFÍCIOS DA ALOE VERA
A conhecida Aloe Vera ou Babosa é uma planta pertencente à família das Liliáceas, da qual também faz parte o alho. Ambos possuem grandes propriedades curativas e nutritivas.
A Aloe Vera ou Babosa, por suas propriedades curativas e regeneradoras, é mencionada em passagens bíblicas e nos antigos hieróglifos egípcios, sendo utilizada por Alexandre Magno em suas conquistas como sendo o único paliativo para os ferimentos de guerra.
Atualmente a Aloe Vera está sendo redescoberta com a vantagem de que agora ela tem sido submetida a investigações mais seguras e profundas, nas quais são realizadas análises de laboratório e provas clínicas controladas que asseguram a eficácia de suas propriedades curativas.

Laboratórios como o Instituto de Ciências Médicas Linus Pauling, de Palo Alto, Califórnia, o Conselho Internacional da Babosa e a Universidade de Oklahoma trabalham em estudos oficiais sobre a Babosa.
Muito bem, e quais são essas propriedades que fazem da Aloe Vera um produto natural tão maravilhoso para a saúde e a beleza?

O Doutor Greg Henderson, diretor de uma clínica naturista, no Estado da Califórnia, menciona as seguintes propriedades da Babosa:

1. AÇÃO ANESTÉSICA:
A Aloe Vera reduz a dor ao ser aplicada no lugar do ferimento devido a sua grande capacidade de penetração, vantagem que não é encontrada na maioria de outros produtos.
A Aloe Vera bloqueia a dor nas camadas mais profundas da pele, devido a seus componentes ativos e a seu poder antiinflamatório e penetrante.
A Aloe Vera atua nas fibras nervosas periféricas (receptoras da dor), acalmando as dores musculares, ósseas, queimaduras, reumatismo, enxaqueca, artrose e outras.

2. AÇÃO ANTIINFLAMATÓRIA:
A Aloe Vera tem uma ação similar à dos esteróides como a cortisona, porém sem os efeitos nocivos que esta provoca. Por esta razão, pode-se utilizar em todos os transtornos inflamatórios, como a bursite, artrite ou picadas de insetos. Para um melhor efeito sobre a pele, coloque um algodão empapado com o gel de Aloe Vera e cubra-o para evitar que se evapore. Um ponto importante a ressaltar é que a Aloe Vera não contém cortisona, mas contém enzimas e outros elementos que a tornam altamente antiinflamatória.

3. AÇÃO COAGULANTE:
Como a Aloe Vera possui alto conteúdo de cálcio e potássio, ela provoca a formação de uma rede de fibras que retém os eritrócitos do sangue, ajudando assim a coagulação e a cicatrização necessárias. O cálcio é um elemento muito importante para o bom funcionamento do sistema nervoso e para a ação muscular, sendo um grande catalisador em todo o processo de cicatrização.

4. AÇÃO QUERATOLÍTICA:
Esta ação permite que a pele danificada ou ferida se desprenda, havendo uma renovação de tecidos com células novas. Permite que exista também um maior fluxo sangüíneo através de veias e artérias, livrando-as de pequenos coágulos.

5. AÇÃO ANTIBIÓTICA:
Comprovou-se que a aloe Vera inibe a ação destruidora de muitas bactérias, como a Salmonella e os Staphylococcus, que produzem o pus, etc. É um produto excelente para a eliminação bacteriana, bem como para a sua prevenção.

6. AÇÃO REGENERADORA CELULAR:
A Aloe Vera possui o hormônio que acelera o crescimento de novas células e além disso elimina as células velhas.
Graças à presença de cálcio na Aloe Vera, as células podem manter seu equilíbrio interno e externo, proporcionando assim melhor saúde celular a todos os tecidos do corpo, porque o cálcio regula a passagem dos líquidos nestas células.
Por conter 18 dos 23 aminoácidos necessários à multiplicação celular, é muito eficaz no tratamento de úlceras, gastrites, tumores cancerígenos, psoríases, queimaduras, cicatrizes. Por estimular as células macrófagas, estas eliminam as células cancerígenas e demais elementos estranhos, ajudando na recuperação de muitos casos de câncer e aumentando a proteção imunológica dos portadores do HIV.
Câncer de pele
A milagrosa Aloe Vera será uma arma contra o câncer de pele no futuro, assegurou o Dr Faith Strickland, do Centro de Câncer Anderson, da Universidade do Texas. Ele também assegura que a Aloe evita que o sistema imunológico da pele se danifique.
Uma característica importante é que a Aloe contém 18 aminoácidos que o corpo humano necessita para a formação de proteínas (as proteínas são cadeias formadas pela combinação de vários aminoácidos). Ademais, a Aloe contém minerais como o cálcio, fósforo, cobre, ferro, manganês, magnésio, sódio e potássio, que são elementos indispensáveis para o metabolismo e para a função celular.

7. AÇÃO ENERGIZANTE:
A Aloe Vera ajuda no bom funcionamento do metabolismo celular, isto é, ajuda na produção da energia que o corpo necessita. Além disso, devido a seu conteúdo de vitamina C, ela produz uma ação que melhora e estimula a circulação e o bom funcionamento do aparelho cardiovascular. A vitamina C não é produzida pelo organismo, por isso temos de buscá-la externamente. Esta vitamina é muito importante para o fortalecimento do sistema imunológico, do aparelho circulatório, do aparelho digestivo, intervindo na prevenção da maioria das enfermidades, como se descreverá mais adiante, ao se falar sobre a vitamina C.

8. AÇÃO DIGESTIVA:
A Aloe Vera contém uma grande quantidade de enzimas. Algumas enzimas podem ser produzidas pelo organismo (ex.: pelo pâncreas), porém outras não o são, havendo portanto a necessidade de serem adquiridas externamente. Durante o processo digestivo, as enzimas transformam as proteínas, convertendo-as em aminoácidos; os carboidratos em açúcares (glicose) e as gorduras em ácidos graxos. E desta forma esses elementos transformados são absorvidos pelo intestino e levados à corrente circulatória.
Ela estimula a movimentação dos órgãos digestivos, impedindo o acúmulo de alimentos no tubo digestivo, o que causa azia, enxaqueca, queda de cabelos, gazes, diverticulite, etc. Promove uma verdadeira limpeza e desintoxicação, eliminando pelo intestino grosso as proteínas e bactérias estranhas ao organismo.

9. AÇÃO DESINTOXICANTE:
Desintoxicação = eliminação + regeneração + assimilação
Devido ao potássio que a Aloe Vera contém, ela melhora e estimula o fígado e os rins, que são os principais órgãos de desintoxicação. A Aloe contém ácido urônico, o qual elimina as toxinas ao nível celular.
10. AÇÃO REIDRATANTE DA PELE:
A Aloe Vera penetra profundamente na pele e restituí os líquidos perdidos, além de restaurar os tecidos danificados de dentro para fora, como acontece no caso das queimaduras, tanto as ocasionadas por fogo, por radiação ou pelo sol.

11. AÇÃO NUTRITIVA:
Riquíssima em vitaminas, tais como a B1, B5, B12, A e C, além de aminoácidos e minerais como cálcio, fósforo, cobre, ferro, manganês, potássio e sódio, entre outros, todos indispensáveis para o metabolismo e a atividade celular. Revigora o apetite sexual, combate a fadiga, estresse e depressão, anemia, diabetes, falta de memória, energizando e revitalizando o corpo.
A Aloe Vera contém 18 dos 23 aminoácidos (componentes das proteínas) que o organismo necessita para formação de células e tecidos. Além disso, contém enzimas necessárias ao processamento dos carboidratos, das gorduras e das proteínas no estômago e no intestino.

12. AÇÃO TRANSPORTADORA:
A Aloe Vera é um veículo perfeito para transportar profundamente para dentro da pele outras substâncias ou elementos aos quais está combinada. Esta é a razão pela qual existem milhares de produtos cosméticos e medicinais misturados com Aloe. Como exemplo podemos citar:
• Em combinação com eucalipto e jojoba, ela fornece um grande calmante para o dor, já que penetra nas três camadas da pele, chegando até a região muscular.
• Associada à própolis de abelha, nos dá um excelente creme para infecções da pele.
• Associada ao óleo de coco e a um bloqueador de raios ultravioleta nos dá um excelente protetor solar.

A ALOE VERA NA ODONTOLOGIA
O doutor Timothy E. Moore, da Universidade de Oklahoma, fez investigações obtendo fabulosos resultados. Aplicou a Aloe em sua prática diária na odontologia e assegura que, na forma de pasta de dentes, ajuda a combater o sangramento e a gengivite, controlando a sensibilidade dentária, além de ajudar na prevenção das cáries. Além disso, não contém elementos abrasivos que destroem o esmalte dos dentes.
A Babosa misturada com jojoba ajuda a eliminar o ressecamento dos lábios e as aftas bucais.

B. A ALOE VERA NO TRATAMENTO DE BELEZA.
É bem conhecido que tanto Nefertiti como Cleópatra usavam a Babosa para embelezar-se. Sem dúvida, essa tradição foi institucionalizada, tornando a Aloe Vera um importante elementos em muitos produtos de beleza. A limpeza facial é muito importante devido à suavidade e flexibilidade que deve ter a pele do rosto, pois sem dúvida o ar, o pó e o sol alteram suas características e a maltratam. A Babosa tem dois componentes: ligninas e polissacarídeos (hidrato de carbono), que realmente penetram nas três camadas da pele (epiderme, derme e hipoderme) e expulsam as bactérias e os depósitos de gordura que obstruem os poros. A Babosa, ao penetrar, faz com que a ação dos nutrientes naturais, como os minerais, as vitaminas, os 18 aminoácidos e as enzimas que contêm, melhorem e estimulem a reprodução de novas células, substituindo as células mortas da pele.

Se a epiderme não puder eliminar essas células de gordura, os poros da pele se obstruirão e as glândulas sudoríparas não poderão funcionar bem, começando a formar infecções na pele.
Por seu poder regenerativo, cicatrizante e de alta penetração na pele, a Babosa é usada em cremes umectantes, máscaras cosméticas, xampus, cremes tonificadores ou redutores de gordura, etc. Além disso, é usada em cremes bronzeadores e protetores solares.

Com a Babosa se produzem cremes para dores musculares e reumáticas. Também se utiliza a Babosa em forma de gel para combater a acne.
A Babosa é um produto que pode ser combinado facilmente com uma grande quantidade de outros elementos naturais e também com produtos domésticos, como é o caso de sabões e xampus.

(Ref. Bibl: 1-17. Além de conferências e vídeos do Dr Greg Anderson, ditadas em San Diego, Califórnia, 1992)

Atenção: Qualquer medicação, mesmo alternativa ou natural deve ser avaliada e aprovada por seu médico.

Converse com seu médico sobre a possibilidade do tratamento natural. Não faça remédios em casa, utilize os serviços dos profissionais devidamente credenciados.

5 Respostas to “”

  1. silvana Says:

    gostaria de saber se posso aplicar babosa na queimadura de moto recente

  2. Alex Says:

    Tenho um pé de babosa plantado no meu jardim. Posso usa-lo para a minha gastrite? e essa é a mesma aloe e vera milagrosa que tanto falam?………………


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: