O Mistério da Harrods Buenos Aires e os 10 anos da morte da princesa Diana


Uma coisa que me intrigou quando estive em Buenos Ayres recentemente foi como pode uma loja como a Harrods, que ocupa uma extensa área no centro da capital argentina, estar totalmente abandonada?
Esta curiosidade se iniciou logo no primeiro dia de minha estadia no Hotel NH Florida, cuja janela do quarto que eu ocupava dava de frente para a fachada lateral do prédio onde um dia fora a suntuosa filial argentina da Harrods, uma das mais tradicionais lojas da Inglaterra.

Olhando da janela do quarto dava prá ver um pouco o interior, com manequins desmontados, cortinas empoeiradas, plantas ressequidas, móveis empilhados, que a julgar pelos traços de qualidade sugeriam um passado próspero perdido no tempo. Que motivo teria levado a desativação da loja? Como um estabelecimento desse porte, numa das mais valorizadas áreas da Argentina pode ficar assim, jogado às traças? Considerando o quanto o proprietário poderia ganhar se alugasse um imóvel daquelas proporções e privilegiada localização, chega a ser inacreditável não o faça.

Até então meu pouco conhecimento sobre a rede de lojas Harrod se restringia ao fato de que a famosa rede de lojas inglesa era de propriedade de Mohamed Al-Fayed, pai de Dodi Al Fayet, o namorado da princesa Diana que morreu com ela no trágico acidente em 31 de agosto de 1997.
Parado ali na sacada do quarto do hotel, no centro de Buenos Ayres, cheguei a cogitar que talvez o abandono desta loja estivesse relacionado à súbita morte do herdeiro da Harrods.
Passado alguns meses de minha visita à capital argentina, tive mais uma razão para esmiuçar o passado da Harrods Buenos Aires e tentar descobrir o motivo de tal abandono: Justamente hoje, 31 de agosto de 2007, faz 10 anos em que a mercedes do casal Dodi e Diana acidentou-se num túnel de Paris enquanto tentavam fugir dos paparazzos.

Após alguma pesquisa minha hipótese precipitada de que o fechamento da loja argentina poderia ter alguma relação com a morte do milionário resultou completamente infundada.
O pai de Dodi AL Fayet, Mohamed Al-Fayed adquiriu a rede de lojas Harrods em 1985 por 615 milhões de libras. Seus investimentos na cadeia de lojas só a fez prosperar ainda mais. Muito antes disso, a Harrods britânica já havia se separado da filial argentina.

A Harrods Buenos Aires foi a primeira da rede inglesa a ser instalada fora de Londres. Instalada em 1912 como uma subsidiária da matriz inglesa separou-se em 1940 tornando-se uma empresa totalmente independente. Como a loja argentina continuou a usar o nome Harrods foi processada pela Harrods inglesa pela utilização indevida do nome. Uma corte inglesa permitiu a utilização do nome com a condição de que ficasse restrito a américa do sul.

Nos tempos áureos, a loja de Buenos Aires chegou a contar com 100 departamentos numa área de 47.000 m2 que incluía escadarias em mármore, pisos de cedro, elevadores com capacidade para 20 clientes, entre outros luxos condizentes com sua linhagem britânica. Mas o declínio sobreveio gradativamente junto com a hiperinflação argentina nos anos 90.

Em 1998, quando já estava operando apenas no térreo e com a metade dos empregados de outrora, fechou suas portas. Em 2001 foi reaberta operando parcialmente até 2004 quando finalmente foi fechada.

Atualmente a Harrods argentina foi comprada pela empresa italiana Bask Net e cogita-se que deva abrir novamente em breve.
Já a Harrods inglesa segue de vento em popa desde sua aquisição pela família Fayet. Entre seus clientes já estiveram nomes ilustres como Oscar Wilde, Lilly Langtry, Ellen Terry, Sigmund Freud e A. A. Milne, além de muitos outros nobres britânicos.

Pronto, está desfeito o mistério.

29 Respostas to “O Mistério da Harrods Buenos Aires e os 10 anos da morte da princesa Diana”

  1. Anonymous Says:

    Daniel,
    Acabei de chegar de Buenos Aires com a mesma dúvida… Estava pesquisando na internet e a única informação foi a sua. Parabéns pela iniciativa!!!!
    Danielle.

  2. zandormaz Says:

    Obrigado Danielle…. É gratificante saber que fui a única referência que encontraste sobre esse assunto…

  3. Vanessa delfino Says:

    Recentemente fui a Buenos Aires e fui acometida da mesma curiosidade a respeito do Hotel Harrods no centro de B.A.
    Nos 5 dias que lá fiquei passava constantemente em frente ao Hotel fechado, e tentei obter informações, sem êxito.
    O artigo que li, diminuiu um pouco minha curiosidade. Adoro
    história, e fiquei por vários momentos nas janelas que dão p a calçada a contemplar o abandono do local. Imagino o que ja não se passou ali. Pesquisarei mais. A curiosidade é grande. Vanessa / Rio de Janeiro / Brasil

  4. Carol Says:

    Acabei de chegar tb de BA e fiquei curiosa…Tomara que realmente seja realmente reformado o prédio, pois é belíssimo!
    Parabéns pela pesquisa, Daniel!

  5. Dayane Says:

    meu nome é dayane e eu naci depois que a princesa daiane morreu ela morreu em 96 eu naci em 96 entao quer dizer que eu sou a nove princesa dayane com y!!rsrs huauhahauhuahua

  6. Nilton Says:

    Ola Daniel, estou aqui em Buenos Aires e passei varias vezes em frente a loja Harrods e fiquei muito curioso por ver aquele predio abandonado! Busquei informaçao e fiquei satisfeito em ler o que voce escreveu! Ainda bem que existem pessoas como voce!! Parabens

  7. Daniel Oliveira Says:

    Obrigado, Nilton.
    Tenha uma alegre estadia na capital argentina. Qualquer hora dessas eu volto lá, já estou com saudades…
    Abraço

  8. Antonio Carlos Leal Says:

    Tive a mesma sensação, em OUT/2008, quando vi aquele prédio tão bonito e suntuoso fechado, enquanto que, na Europa é um grande sucesso.

  9. Aline Says:

    Daniel, qd estive em Buenos Aires, tb tive a mesma dúvida e fiquei chocada como uma loja dessas poderia estar fechada, obrigada pela informação!!

  10. Felipe Says:

    Tbm acabei de chegar da Argentina e fiquei com a mesma dúvida. Muito esclarecedor seu blog. Notei que em Buenos Aires há muitas lojas assim ou por fechar, o que decorre da crise economico-politica que atinge os hermanos.

  11. jorge henrique dos santos Says:

    Vou a Bs As a cada 3 meses e recentemente perguntei a um amigo argentino, mas ele não soube me explicar o motivo do fechamento da loja, que hoje mais parece um castelo mal-assombrado. E, para completar, há um cara todo de preto que todas as noites fica em frente ao prédio, sozinho, cantando tango. Ele parece um vampiro saído de um conto de Bram Stoker.

  12. Télia Says:

    Estive em Buenos Aires agora dia 15/11, linda a cidade, me encantei!!! E também vi que havia uma Harrods lá e fiquei curiosa, gostei de saber dessa história!!! Buenos Aires é a europa na América do Sul …

  13. MARIANA Says:

    ADOREI SUA MATÉRIA. JÁ FUI LÁ 3 VEZES E SEMPRE PARO PRA ME PERGUNTAR SOBRE O ASSUNTO.
    MUITO BOA A PESQUISA.
    PENA UMA LOJA TÃO LINDA COMO AQUELA NÃO TENHA RESISTIDO A CRISE.

  14. Daiana K Says:

    Ola. Acabei de chegar de Buenos Aires e como todos os demais, tambem tive a mesma curiosidade, principalmente porque tive a oportunidade de conhecer a Harrods britanica. É uma pena que hoje, setembro de 2011, 4 anos apos teu artigo ainda o predio continua como se abandonado estivesse. Parabens pela pesquisa. Daiana. NH/RS.

  15. Gustavo Bonato Says:

    Harrod’s não é uma rede. Existe apenas UMA loja no mundo (em Londres) sem contar esta loja fechada em Buenos Aires.

  16. Diego Says:

    Durante os anos 80 e 90 frequentei Buenos Aires a cada mes… ficava no Sheraton e meu ponto de trabalho no entorno da Tucuman/SanMartin/Florida… e a loja estava aberta pelo menos até 86… sempre ao retornar caminhando pela Florida para o Sheraton fazia questão de entrar; comprei vários ternos lá que tinham uma excelente qualidade. Mas a loja já nada tinha a ver com a inglesa. A requinte do interior era evidente, os funcionários tinham orgulho de lá trabalhar. Aos poucos a loja foi sendo abandonada até o desfecho lamentável. Obviamente o atual dono da Harrods inglesa nem sabe da existência dessa loja, provavelmente desconheça até o que seja Argentina…

  17. @jozedegoes Says:

    Estavamos tomando um vinho e discutindo a dúvida…e você supriu..r.sss! será que já reabriu?

  18. Dayse Says:

    Voltamos ontem de Buenos Aires, tb ficamos no NH Florida e a loja permanece fechada e empoeirada… Tomara que reabra mesmo pq a Falabella está meio falida no quesito roupas… Tudo com cara de resto, araras vazias com mtas peças faltando. A Zara idem. Realmente este não é um bom momento pra ir pra lá, está tudo MUITO CARO, bem diferente de 2010 e 2011 quando tb estivemos por lá e lembro que pagávamos tudo rindo quando convertíamos os pesos pra reais. Mas apesar disso eu amo Buenos Aires!

  19. carlos alberto Says:

    voltei ontem de B.A.,a loja continua abandonada e caindo aos pedaços!

  20. raquel duarte Says:

    Putz, finalmente agora fiquei sabendo através do seu blog. Valeu!!!
    Imagine a riqueza de móveis e “tranqueiras” naquele prédio? Daria tudo para entrar lá.

  21. Oi Says:

    Sete anos depois da sua postagem, permanece abandonada… Deve haver algum litígio judicial, algo envolvendo herança, não é possível que não haja um dono interessado em pelo menos alugar o prédio, aquele ponto é ótimo.

  22. Carlos Says:

    Eu e minha esposa estamos hospedados no HN Florida e, assim como todos aqui, ficamos intrigados com o abandono dessa imensa loja, ate lermos seu texto! E assim como todos ja mencionaram, a loja continua abandonada… Fico imaginando o que deve ter la dentro…
    Pelo estado do predio, provavelmente deve haver alguma pendência judicial, pois nao ha sinais de alguem tenha estado em seu interior desde seu fechamento em 2004…
    Parabens por matar nossa curiosidade!!!

  23. Carlos Eduardo Says:

    no começo deste ano também fiquei no Florida, e minha visão era a mesma que a sua, uma imensa loja fechada e com pouca visão de seu interior, MASS, o que mais me intrigou é de que algumas portas da loja estavam entreabertas, uma fresta aberta do piso, seria o renascimento desse gigante?

  24. Guilherme Says:

    Hoje dez 2015 a Harrods continua abandonada, tive a mesmo curiosidade…

  25. Fabiana Says:

    Excelente

  26. Vera Firmo Says:

    Fiquei neste hotel com a mesma vista que você. Estou pesquisando na internet quem se hospedou no quarto que eu fiquei. não publique isso. só queria saber se correu tudo bem na sua estadia. Comigo, aconteceram coisas estranhas no quarto


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: