Judiciário Tira Sites da Internet

A justiça paulista determinou a retirada de 13 sites da Internet por entender que houve a prática de”typosquatting” – uma forma de pirataria de domínio que se baseia na possibilidade de que usuários errem ao digitarem endereços eletrônicos.A ação foi movida pela dona do site “Baixa Hits” contra a empresa que registro vários domínios com nomes similares. Já tramita na Câmara dos Deputados um projeto de lei para regulamentar o tema.

A empresa Vírgula, dona do domínio http://www.baixahits.com.br/, moveu uma ação contra a empresa R & C informática, dona dos sites “baixahitz” e baixahites”, entre outros- alegando que os sites estavam causando desvio de clientes. Por entender que se tratava de “typosquatting”, o Juiz determinou a retirada dos sites, sob pena de multa de R$ 10 mil por dia.

Para o advogado que defende a detentora do “baixahits”, o princípio da anterioridade influenciou no julgamento. Seu cliente registrou o domínio do site em maio/2006 e os registros similares são posteriores a esta data. Já o advogado da R&C Informática, diz que não se pode atribuir a alguém a responsabilidade pelo erro de digitação de outras pessoas.

Sentenças como esta podem ganhar maior embasamento, caso o Projeto de Lei número 256, de 2003, que estabelece condições para para registros de sites, seja aprovado.Uma delas é a impossibilidade de registros que induzam ao erro, decorrentes de reprodução de nomes de domínios já existentes.

Fonte: Revista Valor Econômico – 14/04/08

Anúncios

Márcia Tiburi do Sai Justa versus Mônica Veloso (ex de Renan Calheiros)

Na entrevista da filósofa gaúcha Márcia Tiburi (37 anos) à revista FILOSOFIA (nº18),

quando perguntada se o fato dela ter cancelado a participação num programa de TV quando descobriu

que Mônica Veloso participaria do programa seria uma forma de não compactuar com a falta de moralidade, a entrevistada respondeu:

“Não, a moralidade é, a meu ver mera “moralina” como dizia Nietzsche. Uma espécie de droga para alucinar e entorpecer os adictos.

O que eu achomuito diferente é a ética. Ela é reflexão que me deve orientar em cada circunstância,

Naquele momento eu fui kantiana. Segundo Kant, você deve agir fazendo de sua ação uma potência universal.

Ou seja, devo sempre imaginar se o que faço poderia ser feito por todo mundopara o bem da sociedade e da humanidade que eu almejo.

Neste sentido, eu penso que devemos conversar, debater, dialogar com todos os que tiverem vontade ou capacidade para tal.

Irei do presídio ao prostíbulo, falarei com os analfabetos, as elites, os pobres, os ricos, as prostitutas das ruas, os mendigos, qualquer um.

Mas não posso participar de um bate-papo informal numa emissora de TV com uma pessoa que vive do dinheiro roubado dos brasileiros que pagam seus impostos e desejam um país justo, ou roubam dos que dependem destes impostos para ter saúde, educação e moradia.

O resultado da corrupção é a morte de muitas pessoas que ficam sem amparo em todos estes setores,

Eu não seria diferente do que condeno. Quem me assistisse seria otário.”

Valeu, Márcia, é de exemplos como esse que esse país está precisando. Quanta hipocrisia e demagogia inundam programas de rádios e TVs por esse Brasil afora.

Quanta celebridade que compartilha e usufrui das benesses de políticos corruptos e desonestos e depois se apresentam como se fossem dignas da admiração e consideração popular.

Vale a pena comprar a revista FILOSOFIA (Ciência e Viada / Editora Escala/ Ano II número 18) e ler na íntegra a entrevista da Márcia Tiburi que além de filósofa, escritora,professora universitária, artista plástica e

participa do programa “Saia Justa” exibido pelo canal GNT da Net.

A revista traz ainda os artigos “Decartes e o Outro”, “Filosofia Islâmica”,”Sócrates, Platão e Aristóteles e o princípio do universo” entre outros.

Revista Superinteressante – Leia Gratuitamente

A Editora Abril liberou, para leitura e consulta, todo o conteúdo das edições antigas da Revista Super interessante, de 1987 a 2006.

É só clicar no Ano, escolher a Capa da Revista, e acessar todo o seu conteúdo. E melhor de tudo: É totalmente de graça.

Baixe as edições da revista superinteressante da Editora Abril no link: http://super.abril.com.br/super2/superarquivo/

Revista Superinteressante – Leia Gratuitamente

A Editora Abril liberou, para leitura e consulta, todo o conteúdo das edições antigas da Revista Super interessante, de 1987 a 2006.

É só clicar no Ano, escolher a Capa da Revista, e acessar todo o seu conteúdo. E melhor de tudo: É totalmente de graça.

Baixe as edições da revista superinteressante da Editora Abril no link: http://super.abril.com.br/super2/superarquivo/